Categories
Regulação, drericlobato, kannalab, Uso medicial, Uso veterinário, vivacbdbrasil
Tratada como um grande tabu no Brasil , a maconha já é vista com outros olhos em diversos países, tendo o seu uso recreativo e medicinal já liberados, como no Uruguai, Canadá e Estados Unidos.🌿
 

Uruguay: Um dos primeiros a legalizar o consumo, produção e venda da maconha dentro de suas fronteiras, tudo é controlado pelo governo uruguaio, desde o plantio até a venda em farmácia devidamente credenciadas. Apesar do uso ser restrito aos seus residentes, sendo proibida aos estrangeiros, o turismo canábico é bem popular no país, ocorrendo até mesmo eventos conhecidos como “Copa Canábica”, em que protutores levam suas plantas para uma “disputa de qualidade”, para explicar de forma bem resumida. No país se encontram diversos produtos fabricados com ela.

 
EUA: Para o uso recreativo, nos Estados Unidos , cada estado possui uma legislação diferente. Los Angeles é o mais popular pelo consumo, tendo como única exigência que o usuário seja maior de 18 anos. A venda é feita em qualquer lugar, não precisando de licença médica e o consumo recreativo pode ser feito em muitos ambientes.
 
Canadá: O uso recreativo é liberado há pouco mais de dois anos, qualquer pessoa acima dos 18 anos pode comprar e consumir a erva em uma quantidade máxima de até 30 gramas, sejam residentes do país ou turistas. Mas, assim como funciona para o cigarro convencional, há lugares em que o fumo é proibido.
 
Holanda: Quando se fala em turismo canábico, a capital holandesa certamente é um dos primeiros lugares que se vem a mente. Com o consumo legalizado desde 1976, com direito a venda em varejo de menos de cinco gramas de maconha, nos conhecidos coffeeshops. O cultivo também é permitido, com um limite de até cinco plantas.
 
Jamaica: A lei permite o porte de até 57 gramas por pessoa e o cultivo máximo de até cinco plantas. Algumas cidades oferecem tours por fazendas de cultivo, para que os turistas possam conhecer diferentes tipos da planta, além de aprender mais sobre sua história.
Fonte: turismo.ig 🚩
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias